Artigos

Infeliz o povo que depende de uma eleição
Amadeu Roberto Garrido de Paula
Nossa democracia tem solução - e não é intervenção
Fellipe Corrêa
Restaurar o futuro
Coriolano Xavier
Saúde e fake news
Luiz Evaristo Ricci Volpato
As Redes Sociais podem acabar?
João Alves Daltro
» mais
Comentar           Imprimir
Educação
Quarta, 09 de maio de 2018, 10h51

Reitora dialoga com estudantes de todos os Câmpus da UFMT


A reitora da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), professora Myrian Serra, conversou na tarde desta segunda-feira (07) com estudantes dos cinco Câmpus sobre a nova política de Alimentação Estudantil. Após ouvir os estudantes, a reitora assumiu o compromisso de não implantar a nova Política de Alimentação até que sejam concluídos os trabalhos da Comissão, que contará com a participação de representantes dos segmentos – estudantes, técnicos administrativos e docentes – e dos Câmpus para dar continuidade às discussões e à elaboração de propostas de modo mais participativo, como querem os discentes.

A reunião, sugerida pelos estudantes, vem ao encontro à proposta da Administração em debater a nova política de Alimentação Estudantil, iniciada a partir da realização das audiências públicas em todos os Câmpus, entre 23 e 27 de abril.

Na ocasião, a professora Myrian Serra falou que houve um entendimento, por parte da Administração Superior, da não aceitação da proposta apresentada nas audiências públicas, que prevê o subsídio integral (100%) para alunos de graduação presencial com renda per capita familiar de até 1,5 salário mínimo, conforme corte de renda estabelecido pelo Pnaes, e de 50% para estudantes de graduação presencial e pós-graduação não inseridos na categoria anterior.

Considerando a preocupação dos estudantes em garantir estrutura de participação dos representantes, a reitora assegurou apoio logístico para isso e adesão a uma política de trabalho participativo. Os Câmpus de Sinop, Araguaia e Rondonópolis já indicaram os representantes docentes e servidores técnicos, alguns definidos durante as audiências públicas.


Comentar           Imprimir


Busca



Enquete

Você concorda com uma candidatura do vice Niuan a deputado estadual?

Não - pois se Emanuel for cassado Cuiabá ficará sem prefeito.
Sim - pois é direito dele como político.
Tanto faz, Mauro Mendes também não teve vice.
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 8431-3114