» mais
Comentar           Imprimir
Educação
Terça, 29 de janeiro de 2019, 07h21

Dança, Movimento e Cultura é tema de palestra para Professores de Arte e Educação Física


Com programação voltada para a formação e planejamento, a Semana Pedagógica Cuiabana reúne mais de 6 mil profissionais da rede

A Semana Pedagógica da Escola Cuiabana 2019 que teve início em 23 de janeiro prosseguiu nesta segunda-feira (28) novas atividades de formação no Hotel Fazenda Mato Grosso. Cerca de 250 professores de Artes e Educação Física, das Regionais Norte e Leste (pela manhã) e Sul e Oeste (à tarde) participaram da palestra 'Dança, Movimento e Cultura', ministrada pelo prof. Dr. Vitor Hugo Morani, da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), do campus de Barra do Garças.

Vitor Hugo Morani

Vitor Morani explanou que a dança é um espaço comum dentro das disciplinas de Arte e Educação Física e, a escola dentro dessa perspectiva, deve possibilitar que esses professores trabalhem juntos. "A ideia é que possamos trabalhar a dança, nessas duas áreas, pensando o corpo dentro de uma construção sócio cultural, ou seja, entendendo que esse corpo se movimenta a partir de um contexto, histórico, social e cultural", explicou.

Vitor Morani falou também sobre a Base Nacional Comum Curricular (BNCC), e disse que o documento, reforça parâmetros anteriores, mas vai muito mais além, possibilitando que a arte seja levada para as salas de aula, e ensinada para além de um conteúdo estritamente prático ou uma de uma mera atividade.

"Dentro do campo da Dança precisamos trabalhar num contexto de prática, fruição estética, de processos criativos e elementos técnicos e dentro da Educação Física, as danças populares, regionais, mundiais e de salão. Nesse sentido, a Base Nacional Comum Curricular orienta os objetivos dessas manifestações dentro do contexto escolar, entendendo que em cada uma dessas áreas os professores devem abordar dimensões do conhecimento, como análise, reflexão crítica expressão cultural, fruição estética e outros elementos", destacou.

Para Vitor Morani, a sociedade atual preza cada vez mais pela instrumentalização do sujeito e não pelo seu potencial criativo, estético e expressivo. "No currículo, a arte, e a dança, auxilia na formação de um sujeito que trabalhe a sensibilidade a partir da poesia do seu movimento, do seu corpo, do seu sentimento e expressão. Então, a importância de trabalhar com esse conteúdo na escola está em fazer com que os sujeitos se reconheçam na sua condição humana, de seres sensíveis, criativos, e que conseguem reconhecer o outro e a si próprio, dentro de um contexto maior, que é o social. A escola, como um espaço de produção e reprodução cultural, é fundamental para que as crianças, desde pequenas, tenham acesso a esse conteúdo e tenham formação integral", salientou.

 

Semana Pedagógica da Escola Cuiabana 2019

Data: 23 de janeiro a 8 de fevereiro

Solenidade de início do ano letivo 2019 - Aula Inaugural

Palestra: Pedagogia Afetiva na Escola

Data: 8 de fevereiro

Horário: das 8h às 12h e das 14h às 18h

Local: Hotel Fazenda Mato Grosso, Rua Antônio Dorileo, nº 1100, bairro Coxipó


Comentar           Imprimir


Busca



Enquete

Sobre taxação do agronegócio em MT, o que você sugere?

Não deve ser taxado e fica como está.
Muda o discurso e industrialize
Apenas fogo de palha. Logo se acertam.
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 98431-3114