» mais
Comentar           Imprimir
Política Nacional
Quinta, 18 de maio de 2017, 08h41

Temer mantém agenda no Palácio do Planalto


O presidente Michel Temer já está no Palácio do Planalto, dando início à extensa agenda de reuniões com parlamentares do PSDB, PMDB, PP, DEM, PTB, PSD e PSB, prevista para hoje (18). A agenda não foi alterada após as denúncias divulgadas ontem (17) à noite pelo jornal O Globo.

No início da noite, o jornal publicou reportagem, segundo a qual, em encontro gravado, em aúdio, pelo empresário Joesley Batista, do grupo JBS, Temer teria sugerido que se mantivesse pagamento de mesada ao ex-presidente da Câmara, Eduardo Cunha, e ao doleiro Lúcio Funaro para que esses ficassem em silêncio. Batista, conforme a reportagem, firmou delação premiada com o Ministério Público Federal e entregou gravações sobre as denúncias.

Em resposta, a Presidência da República informou que o presidente Michel Temer "jamais solicitou pagamentos para obter o silêncio do ex-deputado Eduardo Cunha", que está preso em Curitiba, na Operação Lava Jato.

A nota diz ainda que o presidente "não participou e nem autorizou qualquer movimento com o objetivo de evitar delação ou colaboração com a Justiça pelo ex-parlamentar". Segundo a Presidência, o encontro com o dono do grupo JBS foi no começo de março, no Palácio do Jaburu. "Não houve, no diálogo, nada que comprometesse a conduta do presidente da República".

O comunicado acrescenta que Temer "defende ampla e profunda investigação para apurar todas as denúncias veiculadas pela imprensa, com a responsabilização dos eventuais envolvidos em quaisquer ilícitos e que venham a ser comprovados."

Conforme a assessoria presidencial, Temer chegou por volta das 8h, para reunir-se com o coordenador da bancada do estado do Acre, senador Sérgio Petecão (PSD).

Em seguida, ele se encontra com o senador Flexa Ribeiro (PSDB-PA), o senador José Maranhão (PMDB-PB), o líder do PP no Senado, Benedito de Lira (PP-AL), o líder do PSDB no Senado, Paulo Bauer (PSDB-SC), e o vice-líder da bancada do Amapá, senador Davi Alcolumbre (DEM-AP).

À tarde, Temer tem agenda com o deputado Simão Sessim (PP-RJ), com o vice-líder do PTB, deputado Wilson Filho (PTB/PB), e o presidente do PTB na Paraíba, Wilson Santiago.

Em seguida, a reunião é com o deputado estadual do Rio de Janeiro Geraldo Pudim (PMDB), a deputada Mara Gabrilli (PSDB/SP), o deputado Fábio Faria (PSD/RN), o deputado Danilo Forte (PSB/CE), o deputado Toninho Pinheiro (PP/MG), o senador Ciro Nogueira (PP/PI) e a deputada Bruna Furlan (PSDB/SP).

Ainda de acordo com a agenda oficial do presidente Temer, no fim da tarde, ele se encontra com o deputado Alex Canziani Silveira (PTB/PR), o deputado Esperidião Amin (PP/SC), o deputado Sóstenes Cavalcante (DEM/RJ) e o pastor Silas Malafaia. 

ABr


Comentar           Imprimir


Busca



Enquete

Você defende que a ferrovia passe por Cuiabá?

Sim, pois incrementará a economia.
Não, pois não temos produtos em volume necessários.
Indiferente
Outro problema como o VLT
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 8431-3114