Artigos

Infeliz o povo que depende de uma eleição
Amadeu Roberto Garrido de Paula
Nossa democracia tem solução - e não é intervenção
Fellipe Corrêa
Restaurar o futuro
Coriolano Xavier
Saúde e fake news
Luiz Evaristo Ricci Volpato
As Redes Sociais podem acabar?
João Alves Daltro
» mais
Comentar           Imprimir
Política Nacional
Segunda, 04 de junho de 2018, 12h03

Eleição para governador do Tocantins será decidida em segundo turno


.

 O resultado da eleição realizada neste domingo (3) para governador do Tocantins mostrou que nenhum dos candidatos alcançou mais de 50% dos votos. Por essa razão, haverá segundo turno entre os dois candidatos mais votados: Mauro Carlesse (PHS) e Vicentinho Alves (PR).

Esta é a primeira vez que a decisão para governador do estado não ficou definida no primeiro turno. O segundo turno está marcado para o próximo dia 24 de junho.

Do total de 1.018.329 eleitores aptos a votar, 711.452 compareceram às urnas, o que representa 69,86% do total.

Mauro Carlesse, que concorreu pela coligação "Governo de Atitude" (PHS/DEM/PTC/PRB/PMN/PP/PPS), recebeu 174.275 (30,31%) dos votos válidos. Vicentinho Alves, da coligação “A Vez dos Tocantinenses” (PR /PPL /PROS /SD /PMB), recebeu 127.758 (22,22%) dos votos válidos.

Um total de 306.877 eleitores (30,14%) se absteve de votar. Os votos nulos somaram 121.877 (17,13%) e os brancos 14.660 (2.06%).

Logística

Ao todo, 4.998 urnas foram utilizadas no pleito, distribuídas em 3.718 seções. Destas, apenas 10 precisaram ser substituídas. Mais de 11 mil pessoas atuaram como mesários nestas eleições.

A Força Federal apoiou a Justiça Eleitoral na realização do pleito em terras indígenas situadas nos municípios de Pedro Afonso, Goiatins, Miracema e Formoso do Araguaia.

Mandato abreviado

As eleições suplementares para a escolha de um novo governador para o Tocantins foi necessária após a cassação do mandato de Marcelo Miranda, eleito em 2014. O candidato escolhido no segundo turno será diplomado até o dia 9 de julho e exercerá o cargo somente até 31 de dezembro. O mandato abreviado deve-se à realização de novas eleições no dia 7 de outubro. À semelhança do que acontecerá em todo o país, os eleitores do Tocantins voltarão novamente às urnas para escolher não só um novo governador para um mandato de quatro anos, mas também eleger deputado federal, deputado estadual e dois senadores, além do presidente da República.

Confira o resultado do primeiro turno das eleições do Tocantins.

 


Comentar           Imprimir


Busca



Enquete

Você concorda com uma candidatura do vice Niuan a deputado estadual?

Não - pois se Emanuel for cassado Cuiabá ficará sem prefeito.
Sim - pois é direito dele como político.
Tanto faz, Mauro Mendes também não teve vice.
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 8431-3114