Artigos

Infeliz o povo que depende de uma eleição
Amadeu Roberto Garrido de Paula
Nossa democracia tem solução - e não é intervenção
Fellipe Corrêa
Restaurar o futuro
Coriolano Xavier
Saúde e fake news
Luiz Evaristo Ricci Volpato
As Redes Sociais podem acabar?
João Alves Daltro
» mais
Comentar           Imprimir
Política Nacional
Quinta, 07 de junho de 2018, 11h15

Comissão analisa situação dos hospitais universitários


A crise dos hospitais universitários é tema da audiência que a Comissão de Legislação Participativa da Câmara dos Deputados realiza hoje. “A crise histórica da saúde pública no País sempre se expressou no interior dos hospitais universitários”, afirma o deputado Glauber Braga (Psol-RJ), que solicitou a realização do debate.

O parlamentar lembra que, sete anos após a criação da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares, já é possível constatar que a nova empresa “não só, não resolveu os problemas dos hospitais universitários, mas criou novos problemas aprofundando a crise”.

A crise de financiamento persiste, alerta Braga. “Falta de materiais, leitos, instrumentos e insumos é uma realidade cotidiana gerando stress e adoecimento dos trabalhadores da saúde lotados nesses hospitais. Ao mesmo tempo oferecendo um serviço público precário para a população mais carente.”

Glauber Braga ressalta ainda a diferença de contratos e salários acarretada pela contratação de parte do pessoal por concurso e outra parte por meio de terceirização. “O modelo de gestão é autoritário e antisindical, além de não levar em consideração o diálogo com as representações dos trabalhadores com os sindicatos locais.”

Debatedores
Foram convidados para participar da audiência, entre outros:
- o diretor de Desenvolvimento de Rede de Instituições Federais de Ensino Superior do Ministério da Educação, Mauro Rabelo;
- a coordenadora-substituta de Atenção Hospitalar do Ministério da Saúde, Juliana Gonçalves Aguiar;
- o coordenador-geral da Federação dos Sindicatos dos Trabalhadores Técnico-Administrativos das Instituições de Ensino Superior do Brasil (Fasubra), Antonio Alves Neto; e
- o vice-presidente da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares, Arnaldo Correia de Medeiros.

AgC


Comentar           Imprimir


Busca



Enquete

Você concorda com uma candidatura do vice Niuan a deputado estadual?

Não - pois se Emanuel for cassado Cuiabá ficará sem prefeito.
Sim - pois é direito dele como político.
Tanto faz, Mauro Mendes também não teve vice.
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 8431-3114