» mais
Comentar           Imprimir
Política Nacional
Terça, 03 de julho de 2018, 16h03

Governo diz que ainda não é possível avaliar impacto da reforma


O representante do Ministério do Trabalho e Emprego na audiência pública da Comissão de Trabalho sobre a reforma trabalhista, Luis Carlos Barbosa, acredita que ainda não é possível aferir se houve demissão de trabalhadores ou se novos empregos foram criados por conta da mudança na legislação.

“Se observarmos a economia do País, ela tem sofrido desemprego há vários anos. Em 2018, foram criados mais de 500 mil postos de trabalho, mas isso é impacto da reforma? Isso é pela confiança do empresariado? Não sei”, afirmou Barbosa.

Para ele, um ponto positivo da reforma é justamente a inserção na lei do contrato intermitente, que permitiria o registro na carteira do trabalho em feiras e festivais, por exemplo.

Barbosa salientou que a reforma trabalhista não foi uma medida provisória, mas uma proposta de lei do governo que foi modificada e aprovada pelo Congresso. “Os senhores parlamentares é que votaram a lei”, disse. “Que se tiver se feito algum aperfeiçoamento, que seja construído pela sociedade em conjunto com a Câmara”, completou.

AgC


Comentar           Imprimir


Busca



Enquete

O futuro político de Pedro Taques será:

Candidato a prefeito de Cuiabá em 2020
Voltar a operar na área de Direito
Não me interessa, problema dele.
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 98431-3114