» mais
Né !
Segunda, 16 de abril de 2018, 06h01

Cidadão mais distante da Assembleia

E a Assembleia Legislativa de Mato Grosso pelo visto está determinada a ficar cada vez mais distante do cidadão. Depois de instalar catragas no acesso principal e outros pontos de corredores internos, sob a alegação de que é para garantir segurança aos servidores e aos deputados, agora está proibido de vez o cidadão utilizar o estacionamento em frente ao Teatro Zulmira Canavarros, aquele coberto que custou milhões e está próximo da porta de acesso ao prédio.

Eduardo Botelho, presidente da Assembleia Legislativa

A regra agora é o cidadão mortal utilizar "outros espaços" como divulgaram em nota na semana passada: uma opção é o estacionamento do Poder Executivo (ou da SAD), que fica depois da primeira rotatória após a entrada da Assembleia Legislativa (sentido centro-bairro). O mesmo vale para quem for fazer a biometria ofertada no foyer do Teatro do Cerrado Zulmira Canavarros, de segunda-feira a sexta-feira, das 8h às 17h.

Ou seja, o estacionamento que a direção da Assembleia se refere fica cerca de 400 a 500 metros onde o cidadão é obrigado a caminhar por uma calçada estreita, sob o aconchegante sol cuiabano ou na chuva.

A direação da Casa alega que os servidores da Assembleia Legislativa seguem expediente de trabalho de segunda-feira a sexta-feira, das 7h às 18h, com cargas horárias diversas, sendo que as assessorias parlamentares diretas também atendem durante os horários das sessões plenárias, que são iniciadas às 17h e podem transcorrer até as 21h, ou depois desse horário, quando ocorrem sessões extraordinárias, nas terças-feiras e quartas-feiras.

O presidente da Casa, Eduardo Botelho, certamente não leva em conta que o cidadão que vai até aquele logradouro público mereça o mínimo de consideração e respeito, já que - ao contrário do servidor que deixa seu carro pela manhã e só retira quando vai embora, o ralé mortal adentra ao recinto e retorna para suas atividades sempre com tempo corrido.

Isso, no mínimo seria razoável respeitar o contribuinte quando ao fatídico trajeto que ele terá de percorrer tendo que utilizar a única opção de estacionamento, a quase 500 metros da recepção da Casa. 

 

Busca



Enquete

O futuro político de Pedro Taques será:

Candidato a prefeito de Cuiabá em 2020
Voltar a operar na área de Direito
Não me interessa, problema dele.
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 98431-3114