» mais
Né !
Segunda, 05 de agosto de 2019, 06h41

Imposto imposto por Mauro

Numa conversa neste domingo com três pessoas da área rural de Cotriguaçú, São José do Quatro Marcos e Tapurah (um do setor de vendas de implementos agrícolas), o discurso era unificado sobre os impostos IMPOSTOS pelo governador Mauro Mendes, e com a anuência da assembleia de Mato Grosso. 
 

Assessoria
Mauro Mendes e Eduardo Botelho - presidente da Assembleia.

Dentre outras empresas falou-se sobre a instalação da Fendt em Sorriso (coisa divulgada em maio passado) de onde se levantou um alerta: é capaz de a empresa não vir por conta dos impostos.

O trio fazia relação com o pacote governamental de Mato Grosso que prevê aumentos em vários setores, afetando principalmente o agro, passando pelo Fethab (Fundo de Transporte e Habitação), a fragilização da Empaer (Empresa Mato-grossense de Pesquisa e Assistência e Extensão Rural) e também da MT Fomento - antes previstas para extinção. 

Decorridos seis meses sem cortes expressivos ou redução de custos da máquina, o governo faz nova maquiagem e anuncia novamente para no prazo de seis meses reduzir folhade pagamentos e despesas de secretarias - o que vai culminar com dezembro.

A indignação do grupo (e de toda a sociedade que ainda produz em Mato Grosso) é quanto a 'felicidade' dos parlamentares quanto o anúncio de critérios para o pagamento da Revisão Geral Anual (RGA) dos servidores do Poder Executivo, muito diferente da realidade da iniciativa privada.

 

 

Busca



Enquete

Em quem você votaria hoje para prefeito de Cuiabá?

Pedro Taques
Blairo Maggi
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 98431-3114