Cuiabá | MT 09/08/2022
Geral
Segunda, 13 de junho de 2022, 18h56

Virginia Mendes entrega recursos para instituies atravs do Fundo de Apoio s Aes Sociais


 

Semente Ribeirinha, da associação Flor Ribeirinha

A primeira-dama de Mato Grosso, Virginia Mendes, que é presidente do Fundo de apoio às Ações Sociais (FUS-MT), entregou, na quinta-feira (09.06), cheques com recursos no valor total de R$ 1,3 milhão para entidades que trabalham com os projetos sociais aprovados no FUS. O objetivo é minimizar a situação de pessoas que vivem em situação de vulnerabilidade social.
Desde o início da gestão, a primeira-dama se dedica de forma voluntária e sem função remuneratória, para realizar ações voltadas ao social. Entre tantas atuações, está sua ida a São Paulo em 2019, em busca de referências para o melhor modelo para criação e implementação do Fundo de Apoio às Ações Sociais e posterior empenho no convencimento de todos da importância dele para os trabalhos de assistência social.

“Sempre participei ativamente das decisões do Conselho Deliberativo do Fundo, que é atualmente presidido pela secretária de Estado de Assistência Social e Cidadania, Rosamaria de Carvalho. Busquei ao máximo encontrar formas de subsidiar as ações e trabalhos realizados pela Assistência Social, e o FUS-MT é fruto de uma atuação direta que fiz questão de realizar”, ressalta Virginia Mendes, que evidencia a aprovação e apoio irrestrito do governador Mauro Mendes.

Entre as fontes de recursos do FUS-MT estão recursos oriundos do Fundo de Desenvolvimento Industrial (Fundeic), recursos provenientes também de convênios firmados com o Governo Federal, com organismos internacionais, de transferências de outros fundos e até mesmo de doações de pessoas físicas e jurídicas com fins específicos para aplicação em ações sociais financiadas pelo Fundo.
 

.

“A criação do FUS-MT vem confirmar que esse Governo está voltado para o social e que está empenhado em ajudar quem mais precisa. Para mudar é preciso agir e quando agimos unidos a prosperidade é muito maior”, finaliza a primeira-dama.

Um dos projetos selecionados pelo FUS foi o Semente Ribeirinha, da associação Flor Ribeirinha, contemplado com R$ 358.800,00. O projeto é direcionado a crianças de 04 a 12 anos de idade, com o intuito de repassar os saberes da cultura popular.

“Essa é uma iniciativa que surgiu no ponto de cultura “Quintal da Dona Domingas”. As crianças aprendem e têm o contato com a cultura da comunidade São Gonçalo Beira Rio, como a dança regional e o artesanato, e través desses saberes nós potencializamos o desenvolvimento motor, cognitivo e afetivo de todos os participantes. Esse recurso e reconhecimento da primeira-dama com certeza vai potencializar esse projeto. Queremos fazer o melhor dessa oportunidade e plantar sementes em outras comunidades tradicionais e essa será a porta que vai se abrir”, observa o gestor cultural da Associação Flor Ribeirinha, Avinner Brandão.

.

Os projetos de futebol e jiu jitsu da Ronda Ostensiva Tático Móvel (Rotan), da Polícia Militar, também foram contemplados com R$ 125.025,00 e R$ 318.390,00, respectivamente. Segundo o comandante da Rotan, tenente-coronel Dorileo, a instituição desenvolve há mais de nove anos os dois projetos. Além de evitar o envolvimento de crianças e adolescentes com o mundo do crime, também dá a oportunidade, principalmente, àquelas em situação de vulnerabilidade social, com encaminhamento para o mercado de trabalho e inclusive no próprio esporte.

“Esse recurso vem em boa hora porque temos quase 400 alunos matriculadas e existem mais de 500 na fila de espera. Ele vai possibilitar aumentar a capacidade de atendimento a mais famílias, com a contratação de novos professores, aquisição de material e para logística”, ressaltou.

.

Foram contemplados também o projeto Judô Bope, do Batalhão de Operações Especiais. O comandante do Bope, tenente-coronel Frederico Lopes, explica que o projeto atende 350 crianças e o recurso será de grande valia para promover condições adequadas para o desenvolvimento do esporte.

“A primeira-dama conheceu o projeto e gostou da didática e dinâmica com que ocorrem as atividades e, a partir disso, destinou o recurso para que possamos fazer adequações na estrutura física, como do tatame, do vestiário e dos banheiros, e melhorar as condições de atendimento às crianças. Assim, também será possível fazer melhor recepção dos pais e responsáveis que acompanham as crianças e as incentivam para permanecerem no judô”, destacou o comandante.




Busca



Enquete

Mesmo com a pandemia voc acha que o setor de sade pblica...

Melhorou muito
No melhorou nada
Est excelente
No sei opinar
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plant�o News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 98431-3114