Cuiabá | MT 28/02/2024
Justiça e Direito
Segunda, 27 de novembro de 2023, 13h48

Projeto de combate ao trabalho análogo ao de escravo qualifica 20 trabalhadores em MT


Ilustrativa

 
Vinte trabalhadores(as), entre egressos(as) do trabalho análogo ao de escravo e em situação de vulnerabilidade, compõem a mais recente turma de curso de capacitação profissional do Projeto Ação Integrada (PAI), iniciativa instituída em 2009 e coordenada pelo Ministério Público do Trabalho em Mato Grosso (MPT-MT), Superintendência Regional de Trabalho de Mato Grosso (SRT-MT) e Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), com o apoio da Secretaria de Estado de Educação (Seduc) e do Sistema S.

A qualificação em questão, voltada para a área da construção civil, teve início ao fim de agosto deste ano e tem duração estimada de três meses. As aulas para formação em Pedreiro de Alvenaria, Assentador de Revestimento Cerâmico e Pintor de Obras Imobiliárias têm sido realizadas na fazenda experimental da UFMT, no município de Santo Antônio do Leverger (a 30 km da capital).

O grupo, formado por 18 homens (sete egressos do trabalho análogo ao de escravo e 11 vulneráveis) e duas mulheres (vulneráveis) entre 18 e 56 anos, oriundos(as) de diversas localidades de Mato Grosso, tem participado, ainda, de aulas na modalidade Educação de Jovens e Adultos (EJA) ministradas pela Seduc, como forma de alfabetização e elevação de escolaridade, e de cursos e ações de entidades parceiras voltados à inclusão digital e a cuidados com a saúde.

O Projeto Ação Integrada

O PAI visa a possibilitar formação cidadã a pessoas em situação de vulnerabilidade social e a vítimas de trabalho análogo ao de escravo. Por meio de ações de prevenção e assistência, viabiliza o acesso ao mundo do trabalho decente e estimula o desenvolvimento profissional e pessoal.

“A proposta do PAI, fruto de articulação entre o MPT-MT, a SRTE-MT e a UFMT, com o apoio de diversas instituições, é a de erradicar o trabalho análogo à escravidão”, pontua Pablo Friedrich de Oliveira, agente de ação social do PAI. “O projeto completa, em 2023, 15 anos de atividades. Além dessa iniciativa em Santo Antônio do Leverger, neste momento há também duas turmas de vinte trabalhadores e trabalhadoras sendo qualificadas em Rosário Oeste, na comunidade Fonte de Luz, em período integral”, conclui.

Números

Trabalhadores(as) abordados(as). De 2009 a 2022, foram abordados(as) 2817 trabalhadores(as), sendo 902 egressos(as) e 1195 vulneráveis.

Sexo, idade e região. Desse total, 69% são do sexo masculino e 31% do sexo feminino. 55% têm entre 29 e 50 anos, sendo a maioria da região Centro-Oeste e do Nordeste.

Mato Grosso. O PAI já realizou ações em 91 dos 141 municípios mato-grossenses, com oferta de 64 cursos.




Busca



Enquete

O Governo de MT começou a implantar o BRT entre VG e Cuiabá. Na sua opinião:

Será mais prático que o VLT
Vai resolver o problema do transporte público.
É uma alternativa temporaria.
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados.

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 98431-3114