» mais
Comentar           Imprimir
Esporte
Segunda, 13 de novembro de 2017, 14h44

Brasil conquista o pódio no Mundial Militar de Vôlei de Praia


.

No domingo (12) ocorreram as finais do 2º Campeonato Mundial Militar de Vôlei de Praia, na mais nova quadra de areia, no Parque Olímpico, Barra, Rio de Janeiro (RJ). O pódio foi tomada pelas duplas brasileiras, que conquistaram os primeiros lugares, feminino e masculino.

O primeiro duelo da manhã foi cancelado. As duplas chinesas Shao/Liu e Bai/Zhao disputariam o 3º lugar feminino, contudo por questões de saúde, o jogo não ocorreu, e a dupla Shao/Liu ficou com a vitória. Na sequência, os jogos do naipe masculino começaram com o “melhor saque do mundo”, do Evandro que, ao lado de seu parceiro André, se impôs desde o início. Dollinger/Walkenhorst, da Alemanha, não conseguiram defender o terceiro lugar e a medalha de bronze ficou para os brasileiros, com uma vitória de 2×0.

A final masculina entre Saymon/Álvaro e Guto/Vitor foi intensa na arena de vôlei. A dupla Saymon/Álvaro conseguiu superar o primeiro set perdido, virando o jogo e fechando o placar por 2×1. Em consequência, a medalha de prata ficou com Guto/Vitor que fizeram também uma bela campanha.

A final feminina foi disputada entre Larissa/Ana Patrícia e Ágatha/Eduarda. A medalhista olímpica Ághata e sua parceira levaram vantagem desde o início. Larissa e Patrícia tentaram uma reação, mas Ágatha e Eduarda ficaram com a medalha de ouro.

Cerimônia de premiação

Das nove posições no pódio, oito foram das duplas brasileiras e uma da China, que conseguiu o 3º lugar no feminino. Premiadas as conquistas coletivas, ainda foram escolhidos os jogadores mais valiosos do campeonato (Most Valuable Player). No masculino, o troféu foi para Álvaro e no feminino, foi para Eduarda.

A cerimônia de premiação contou com a participação das principais autoridades do circuito militar brasileiro: o diretor do Departamento do Desporto Militar (DDM), do Ministério da Defesa, almirante Paulo Martino Zuccaro; o comandante do CCFEx e presidente da Comissão de Desportos do Exército (CDE), general Jorge Antonio Smicelato; e o presidente do Comitê de Voleibol do CISM, coronel Pinheiro.

O comitê de arbitragem foi composto por um grupo de árbitros internacionais: dois chineses, um alemão, um membro da Letônia, um do Sri Lanka, outro do Irã e três árbitros do Brasil.

O 2º Campeonato Mundial Militar de Vôlei de Praia foi uma competição organizada pelo Conselho Internacional do Desporto Militar (CISM), que leva como lema “amizade através do esporte”. O campeonato abriu um novo ciclo de preparação dos atletas militares para Tóquio 2020. Antes, eles ainda competirão nos Jogos Mundiais Militares da China, em 2019. 


Comentar           Imprimir


Busca



Enquete

A onda 'não eleja parentes' pode afetar Emanuelzinho Pinheiro?

Afeta pois o pai prefeito Emanuel foi flagrado no caso do paletó furado.
Não afeta e segue separado dos problemas do pai
Tanto faz, o povo não não leva a sério o voto.
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 8431-3114