» mais
Né !

Cab, Amarelinhos e bom senso

Terça, 23 de maio de 2017

O setor de 'estragégia' da CAB (órgão responsável pelo abastecimento de água e tratamento de esgoto de Cuiabá) precisa rever suas ações.

Hoje, por volta de 16h30, o trecho da rua Comandante Costa a partir da esquina da avenida Isaac Póvoas, foi interditado pelos Amarelinhos por conta de um conserto um quarteirão acima, antes da avenida Getúlio Vargas.

O problema vem há vários dias e a ação foi necessária. Contudo como o trânsito em Cuiabá é um caos, a falta de bom senso só serviu para piorar a terça-feira dos motoristas.

Quem descia a rua e seguia em direção ao centro era 'jogado' para a já conturbada Isaac Povoas na região que recebe dezenas de ônibus no horário de pico.

E, quem descia a Barão de Melgado para retornar pela rua Comantante Costa era obrigado a fazer o retorno e se envolver no problema na Isaac Póvoas. 

Ou seja: se alguém com bom senso na Cab ou dos Amarelinhos pensasse, o reparo poderia ser feito a partir das 19h00, quando o fluxo de veículos naquele local cai consideravelmente.  
 

Amarelinhos trancam a Comandante Costa às 16h00...

 

 

... para um reparo da Cab que poderia ser feito depois do pico do trânsito.

Obra nova, sem sinalização.

Sexta, 19 de maio de 2017

Engenheiro civil, com experiência em obras públicas, um leitor do PlantãoNews fez uma crítica a uma foto distribuída pela Secretaria de Infraestrutura do Estado da obra rodovia estadual MT 240.

A obra refere-se a um trecho da rodovia entre os municípios de Água Boa e Nova Nazaré, na região do Araguaia.

Apesar de afirma que as imagens divulgadas pela Sinfra comprovam a qualidade dos serviços executados o engenheiro fez um grave alerta: não há sinalização quanto a existência de uma curva. E frisa: observe que nos dois sentidos não há placa alguma.

O profissional observa ainda que parte do meio fio também não foi concluído.

Confira:

 

 

Em duas situações não há sinalização que indique a existência de uma curva adiante.

Wilson diz que não pegou

Quinta, 18 de maio de 2017

O bate-boca na noite de quarta-feira na Assembleia Legislativa de Mato Grosso entre a deputada Janaina Riva e seu colega (?) Jajah Neves (onde se discutia os grampos ilegais da PM de Mato Grosso) sobrou para o secretário de Estado de Cidades, Wilson Santos - deputado tucano licenciado.

No embado, Janaina chamou Jajá de ladrão e acusou o mesmo de estar repassando dinheiro a Wilson.

Hoje, o deputado-secretário emitiu nota onde afirma que recebeu com absoluta tranquilidade a informação de que a deputada Janaína Riva (PMDB) acusou o deputado Jajah Neves (PSDB) de repassar a verba de gabinete (R$ 65 mil) a ele, titular do mandato. 

Diante da acusação, feita em plenário pela parlamentar, Wilson Santos solicitará à Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT) que conceda uma certidão apontando para quem foi paga a verba indenizatória entre 21 de novembro de 2016 e 10 de abril de 2017, período em que ficou afastado do Parlamento para assumir o comando da Secretaria de Estado das Cidades (Secid-MT).

O deputado licenciado Wilson Santos sugere ainda
à deputada Janaína Riva colha o depoimento sobre o assunto não só do deputado Jajah Neves, mas também do atual presidente do Tribunal de Contas do Estado (TCE-MT), Antonio Joaquim, que foi seu suplente na Assembleia no ano de 1993, e ainda o membro da igreja Assembleia de Deus e ex-deputado José Magalhães, o qual também assumiu como seu suplente em 2000 no cargo de deputado federal.

Wilson Santos disse que sua trajetória política é um exemplo claro de seu perfil de trabalho e mostra sua seriedade no trato com o dinheiro público. O parlamentar foi eleito pela terceira vez como deputado estadual em 2014 para o pleito 2015-2018 e obteve 20.562 votos.

Por conta do estrago, a Assembleia ficou
vazia na quinta-feira,quando deveria ocorrer sessão.

'Segurança' de audiência de Lula ficou cara

Quarta, 17 de maio de 2017

O governo do Paraná gastou R$ 110 mil com a Polícia Militar para realizar a operação de segurança no depoimento do ex-presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, ao juiz Sérgio Moro, em Curitiba, no dia 10 de maio passado, conforme levantamento do deputado estadual paranaense, Tadeu Veneri (PT).

As despesas incluem uso de helicópteros - o que totalizou R$ 40 mil. Ato todo, 1,7 mil policiais aturam na operação.

Caixa lotada pelo FGTS

Sexta, 12 de maio de 2017

Com a liberação para o saque do FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço) para quem nasceu entre os meses de abril e junho, as agências da Caixa Enconômica estão lotadas.

Muitas pessoas que buscam o benefício tem se exaltado, já que algumas agências da Caixa estão com deficiência de funcioários para atendimento do grande público. 

Um dos casos foi constatado na agência da
Caixa ao lado da UFMT - Universidade Federal de Mato Grosso

Jota Jota
.

 

1 - 2 - 3 - 4 - 5

Busca



Enquete

A retomada das obras do VLT pode ser:

Palanque político para 2018
Mais uma balela sem fim
Confio na solução do problema
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 8431-3114