» mais
Comentar           Imprimir
Política Nacional
Sexta, 13 de abril de 2018, 17h31

Bancada destina R$ 57 milhões para a saúde em cidades de MT


.

O coordenador da bancada federal de Mato Grosso, senador José Medeiros (Pode-MT), e os parlamentares que compõem a bancada articularam a destinação de 57 milhões de reais para a área de saúde que serão divididos entre diversas cidades do estado. “É um trabalho conjunto de toda a bancada federal que está unida e alinhada com os desejos de nossa gente”, destacou o senador.

 

José Medeiros, durante o encontro ocorrido na quarta-feira (11.04), alertou que os recursos ainda estão sujeitos a contingenciamento e informou que a decisão da bancada foi para que os municípios contemplados recebam os recursos através de emenda de bancada impositiva, aplicada pelo Fundo Municipal de Saúde das cidades beneficiadas.

 

Conforme o senador, os municípios de Sinop, Sorriso, Juína, Tangará da Serra, Peixoto de Azevedo, Barra do Bugres e Nova Olímpia, somados, receberão quase 43 milhões de reais. Já as cidades que compõem o Consórcio Intermunicipal de Saúde do Oeste de Mato Grosso (CISOMT) devem receber pouco mais de 8 milhões de reais, e quase 6 milhões de reais serão divididos entre os municípios que fazem parte do Consórcio Intermunicipal do Guaporé (CISVAG).

 

Do CISOMT compõe as cidades de Araputanga, Cáceres, Curvelândia, Figueiropólis D’Oeste, Glória D’Oeste, Indiavaí, Jaur, Lambari D’Oeste, Mirassol D’Oeste, Porto Esperidião, Reserva do Cabacal, Rio Branco, Salto do Céu e São João dos Quatro Marcos. Quanto ao CISVAG, fazem parte os municípios de Pontes e Lacerda, Comodoro, Conquista, Campos de Júlio, Vila Bela, Vale de São Domingos e Nova Lacerda.

 

Além do coordenador José Medeiros, fazem parte da bancada federal de Mato Grosso os senadores Cidinho Santos e Wellington Fagundes e os deputados federais Adilton Sachetti, Fábio Garcia, Ezequiel Fonseca, Carlos Bezerra, Valtenir Pereira, Ságuas Moraes, Nilson Leitão e Victório Galli. 


Comentar           Imprimir


Busca



Enquete

A onda 'não eleja parentes' pode afetar Emanuelzinho Pinheiro?

Afeta pois o pai prefeito Emanuel foi flagrado no caso do paletó furado.
Não afeta e segue separado dos problemas do pai
Tanto faz, o povo não não leva a sério o voto.
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 8431-3114