Cuiabá | MT 14/04/2024
Geral
Sábado, 20 de janeiro de 2024, 10h38

Creci critica aprovação sem atualização do Plano Diretor de Rondonópolis


 

.

O Conselho Regional de Corretores de Imóveis de Mato Grosso – CRECI-MT, através do delegado do município de Rondonópolis, Vinicius Santana expressou preocupação e repúdio, com a aprovação do Plano Diretor do Município, aprovado pela Câmara dos vereadores, na última quarta-feira (17).

O Plano foi aprovado sem alterações, as quais foram discutidas em audiências públicas realizadas com presença de representantes de diversos setores, onde foi observado a necessidade de mudanças via emendas em diversos pontos.

“A restrição do Plano Diretor aprovada é tão grande e absurda, que prejudicou fortemente principalmente a população de baixa renda, a industrializa, o crescimento e a geração de emprego, e faz com que os investimentos imobiliários, comerciais, industriais e de serviços sejam direcionados para outras cidades do estado, como Primavera do Leste, Lucas do Rio Verde e Sinop. O impacto social,
emprego e renda será negativo de forma gigantesca”, afirmou delegado Vinicius.

O mercado imobiliário e a construção civil são os mais afetados, exemplo pode ser citado a criação de zonas de amortecimento e de áreas de risco, próximas a parques, aldeias indígenas, córregos, rios e áreas de proteção, que vão atingir 60% do território do município, e com isso não havendo possibilidade de construção.

Santana pontua de acordo com essas mudanças não apenas a construção civil será afetada, mas muitas famílias que moram há anos na cidade e vão passar a ficar em área ilegais.

O CRECIMT, presente no município também cita a preocupação com a verticalização que está hoje em pleno crescimento, e com o Plano da forma que foi aprovado, um edifício que teria 25 andares só poderá ter 6, e um edifício que poderia ter 40 andares só poderá ter 10, mas a forma horizontal não deixou de ser atingida, onde condomínios ou residenciais que teriam 400 lotes, por exemplo,
terão que passar a ter bem menos.

O presidente do Conselho, Claudecir Contreira, se posiciona, junto com o delegado de Rondonópolis, Vinicius Santana, diretoria e conselheiros da autarquia, contra a aprovação do Plano sem as alterações, “essas que os corretores de imóveis do município participaram ativamente, e por isso cobra a Câmara Municipal de Rondonópolis, que faça cumprir essas mudanças cobramos via emendas, e garantia do funcionamento de áreas que já são um registro na cidade e produz o sustento de diversas famílias do município”, enfatizou o presidente.




Busca



Enquete

O Governo de MT começou a implantar o BRT entre VG e Cuiabá. Na sua opinião:

Será mais prático que o VLT
Vai resolver o problema do transporte público.
É uma alternativa temporaria.
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados.

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 98431-3114