Cuiabá | MT 28/02/2024
Justiça e Direito
Segunda, 16 de janeiro de 2017, 11h45

Consciência Cidadã reúne 3.449 pessoas no interior de Mato Grosso


Foto: Marcos Bergamasco
.

Dialogar diretamente com a população, empoderando-a quanto aos seus direitos e deveres em prol de uma sociedade mais justa. Esta proposta norteou o Tribunal de Contas de Mato Grosso na realização do projeto Consciência Cidadã ao longo de 2016, reunindo 3.449 pessoas em cidades do interior do Estado para esclarecer dúvidas, trocar informações e apontar caminhos para o aperfeiçoamento do controle social sobre a Administração Pública local, regional e nacional.

Alta Floresta, Mirassol D'Oeste, Sinop, Guarantã do Norte, Rondonópolis e Tangará da Serra foram as cidades polos escolhidas que congregaram a sociedade civil, conselhos de políticas públicas; estudantes do ensino médio, fundamental e superior; sindicatos, associações, universidades públicas e particulares; empresários; clubes de serviço, comércio e setor de turismo. Cada evento teve em média 556 participantes, sendo o número mais expressivo em Rondonópolis, com 753 presentes.

Para a coordenadora do projeto e secretária de Articulação Institucional e Desenvolvimento da Cidadania do TCE de Mato Grosso (SAI), Cassyra Vuolo, articular atividades como esta no interior do Estado representa uma oportunidade de democratizar o conhecimento sobre o controle externo com a população de regiões mais afastadas da capital. "Os eventos não são uma hegemonia do poder público, mas estamos ali para trocar ideias. Uma oportunidade de dar voz às pessoas", confirmou a secretária.

 

.

Nos eventos, os participantes também são apresentados aos canais de comunicação com o TCE de Mato Grosso, como a Ouvidoria, setor responsável por receber denúncias de má aplicação dos recursos públicos. "Após os eventos no interior, notamos um aumento no número de denúncias que supostamente ocorrem nos municípios. Então percebemos que as pessoas estão cada vez mais acompanhando a realidade dos seus municípios, cobrando dos gestores e reclamando seus direitos", concluiu.

Quando passou por Alta Floresta, a recepção do Consciência Cidadã foi muito positiva. Esta foi a avaliação da representante do Conselho de Educação do Município, Jurassí Soares da Silva. "Nunca tinha visto um evento que colocasse a sociedade de frente com o TCE, discutindo temas tão necessários como o controle social, o controle externo e o interno. É isso que a sociedade quer, se unir para transformar o país e os cidadãos", analisou.

Em 2017, o Consciência Cidadã na sociedade será ampliado e levado a 13 cidades polos do interior de Mato Grosso. São elas: Lucas do Rio Verde; Cáceres; Juína; Rondonópolis; Alta Floresta; Tangará; Sinop; Várzea Grande; Barra do Garças; Pontes e Lacerda; Sorriso, Primavera do Leste; e Confresa. 




Busca



Enquete

O Governo de MT começou a implantar o BRT entre VG e Cuiabá. Na sua opinião:

Será mais prático que o VLT
Vai resolver o problema do transporte público.
É uma alternativa temporaria.
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados.

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 98431-3114