» mais
Comentar           Imprimir
Turismo
Sábado, 13 de janeiro de 2018, 06h09

Confira dicas para viajar com crianças e sem imprevistos


Durante o período de férias, o movimento nos aeroportos do Brasil fica ainda mais intenso. Mas algumas dicas simples de organização de documentos e bagagens podem ajudar a evitar transtornos nas viagens com crianças e curtir o passeio sem imprevistos.

Ainda em casa, certifique-se de que tem o documento oficial com foto exigido para embarcar, assim como os das crianças — que podem ser a certidão de nascimento, RG ou passaporte. Carteiras de estudante, por exemplo, não podem ser utilizadas. Para evitar filas, o check-in pode ser feito on-line, horas antes do voo, e salvo no celular ou tablet, ou ainda em guichês de autoatendimento nos aeroportos. No check-in são indicados o horário de embarque, de decolagem e o número das poltronas.

É recomendável chegar ao aeroporto com duas horas de antecedência para voos nacionais e quatro horas para os internacionais. Nos terminais, há balcões de informação e também atendentes das linhas aéreas que podem ajudar com dúvidas e possíveis problemas.

Bagagem

As normas de bagagens mudaram em 2017: agora, os passageiros podem levar gratuitamente apenas uma mala de mão de até 10 kg que respeite as dimensões definidas pela empresa aérea, enquanto bagagens maiores são cobradas de acordo com peso e dimensões. A franquia de bagagem é definida durante a compra da passagem. O passageiro pode optar por comprar volumes a mais junto à passagem ou apenas no aeroporto, mas o preço é maior no último caso.

Meça e pese a mala de mão antes de embarcar, para evitar a necessidade de despachar a bagagem de última hora. Caso a mala respeite as exigências, mas os bagageiros do avião estejam cheios e não a comportem, a empresa deve despachá-la sem custos. Objetos de valor, joias e dinheiro devem ser levados na bagagem de mão, assim como equipamentos eletrônicos. Já objetos explosivos, cortantes ou perfurantes, como aerossóis, canivetes, pinças, alicates e tesouras de unha, devem ser despachados.

No caso de viagens internacionais, há mais regras de segurança: na bagagem de mão, líquidos devem ser levados em embalagem transparente de no máximo 100 ml, enquanto gel e pastas devem estar em embalagem de até um litro e com dimensão de até 20 cm x 20 cm. Remédios podem ser levados na bagagem de mão mediante apresentação de receita médica na hora da inspeção de segurança.

Crianças

Bebês e crianças podem ficar incomodados durante o voo, especialmente os mais longos. Para fazer uma viagem mais tranquila, opte por voos noturnos e leve alimentos ou leite. Algumas mudas de roupas, chupetas, fraldas e outros itens de higiene, como lenços umedecidos, devem estar sempre na bagagem de mão para quaisquer imprevistos. Além disso, livros, brinquedos e eletrônicos podem ajudar a passar o tempo e distrair as crianças até o destino.

As empresas não são obrigadas a garantir o transporte gratuito ou com desconto de crianças menores de 2 anos: algumas aceitam que a criança não pague caso vá no colo dos pais, enquanto outras cobram apenas 10% do preço normal da passagem. Verifique, durante a compra dos bilhetes, qual a política da companhia aérea.


Comentar           Imprimir


Busca



Enquete

Sobre taxação do agronegócio em MT, o que você sugere?

Não deve ser taxado e fica como está.
Muda o discurso e industrialize
Apenas fogo de palha. Logo se acertam.
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 98431-3114